30 de março de 2015

A hipotenusa



Pronomes sem gêneros
Verbos efêmeros
Adjetivos à procura dos sujeitos
Artigos à deriva
E essa escrita abortiva.

Solteiras já viúvas
Iluminação meio difusa
Aparência ainda confusa.

Só a soma dos quadrados dos catetos
continua sendo o quadrado da hipotenusa…



Sangue



Na tentativa de fazer uma boa ação

Voltei com uma dor no coração

E do médico pedi uma explicação:

Por que eu não?


Agora sim, entendi o doutor

Eu me livrei do tumor

Mas o meu sangue jamais será um primor

Então, o que resta é meu clamor:


Amigos, doem sangue por favor!  



28 de março de 2015

Na porta




Será que importa?
O que virou, o que mudou, o que terminou.

Ainda importa?

Embrulhei tudo numa seda rasgada, com estampa de corações
e deixei na sua porta.

Agora sim, não importa.




A temer

Nascemos e fomos adestrados para sentir medo. Medo do desconhecido por todos medo do que já foi vivido por tolos medo do que virá a...