21 de agosto de 2014

Condição



Se apertar, eu arranco tudo

Se deixar, eu como o talo

Se escalar, eu vejo do topo

Se irritar, eu te chamo de tolo

Se envergar, eu deixo torto

Se agradar, eu amo todo

Se acabar, eu lamento tanto.


.

Nenhum comentário:

Diário

fico parada observando o nada, a torneira que pinga achando estranho uma pessoa que tropeça e não xinga mas na verdade eu morro é de dó ...