29 de abril de 2014

Consumindo poesia


Últimas aquisições literárias:
os guardanapos publicados do EU ME CHAMO ANTÔNIO
e uma coletânea do bigodudo PAULO LEMINSKI.
.
Bom apetite!
.

8 de abril de 2014

A lua no cinema

"A lua foi ao cinema,
passava um filme engraçado,
a história de uma estrela
que não tinha namorado.

Não tinha porque era apenas
uma estrela bem pequena,
dessas que, quando apagam,
ninguém vai dizer, que pena!

Era uma estrela sozinha,
ninguém olhava pra ela,
e toda a luz que ela tinha
cabia numa janela.

A lua ficou tão triste
com aquela história de amor
que até hoje a lua insiste:
— Amanheça, por favor!"

Paulo Leminski
.

Diário

fico parada observando o nada, a torneira que pinga achando estranho uma pessoa que tropeça e não xinga mas na verdade eu morro é de dó ...