21 de dezembro de 2012

INTOCÁVEIS


Simples e bonito.
Um filme francês que te prende, mesmo não tendo um roteiro elaborado e nem textos complexos.
É classificado como COMÉDIA, mas para mim não tem como chamá-lo apenas disso.
Fiquei emocionada, chorei e dei risada.

A condição de Phillipe não deveria fazer dele uma vítima e tampouco era o que ele queria.
Eis que um sem noção chamado Driss surge e simplesmente ignora a tetraplegia dele.
E era o que queria. 
Em alguns momentos me senti o Driss - pelo seu humor negro que eu admiro e uso, 
e em outros momentos me senti o Phillipe, por ter um problema (já tive) e não querer ser tratado como coitadinho por isso.
Uma das piadinhas do Driss:
"qual o melhor lugar para se encontrar um tetraplégico? Onde você o largou!"
E Phillipe gargalhava... Sensacional.
Quem não viu, veja. Vale muito a pena.


.



2 comentários:

Vivian disse...

Suzana, assisti esse filme e ele é incrível,realmente vale mto a pena...Vivian

Suzana Luna disse...

Tbm amei e super indico.

A temer

Nascemos e fomos adestrados para sentir medo. Medo do desconhecido por todos medo do que já foi vivido por tolos medo do que virá a...