12 de julho de 2012

Decifra-me


Keria cer acim, komo ece testu aki.
Az letraz estaum herradas, maz aynda açim vossê intendi.

Porque é chato ter sempre que fazer muito esforço para ser compreendida. 
.
.

2 comentários:

Luiz Cláudio disse...

Sua poética pede passagem. Salve Salve.

Suzana Luna disse...

A nossa Luiz Cláudio, a nossa...

Diário

fico parada observando o nada, a torneira que pinga achando estranho uma pessoa que tropeça e não xinga mas na verdade eu morro é de dó ...