3 de novembro de 2011

22ª sessão

Demorei mas cheguei!
Feriado um dia depois da quimio, aí acabo deixando pra depois mesmo, não tem jeito...


Então, tomei duas "furadas" nessa última. A punção deu "defeito" na mão direita e me furaram de novo na mão esquerda, estou com um tom de roxo lindo agora nas mãos!!! rss Mas tá bom também... No final deu certo.


Voltei a tomar o corticóide (DECADRON), não tive náuseas e nem passei mal, agora é aguardar o efeito balão que provavelmente irá me trazer. Como eu disse antes: a vida é feita de escolhas.


Adivinhem quem eu reencontrei na terça? Dona Jacira e Seu Geraldo. Fiquei feliz demais quando os vi ali no cantinho esperando. Estão bem e Dona Jacira está comendo um pouquinho mais agora do que antes, pelo menos parou de perder peso.


Vi também a Cris, mãe da Lívia. Agora só faltam duas sessões para acabar logo com tudo. Bom demais. Adoro ver meus companheiros mirins indo embora dali, um a um, curados.
Com a história do câncer do ex-presidente Lula, a Cris me contou que Lívia, assim que soube da notícia, a perguntou:
- Mãe, todo mundo um dia vai ter câncer?
E ela respondeu que ESPERAVA que não.
Mas quem poderá dar uma resposta precisa à pequena Lívia? Difícil... Não é simples aceitar essa condição. Talvez sempre aconteceu assim, mas como a mídia não era tão abrangente, não ficávamos sabendo. Ou talvez nosso corpo está, a cada dia, menos protegido. Não sei ao certo. Mas toda semana é uma notícia assim. Tá ficando pesado...


.

2 comentários:

Soniaoli disse...

Su, não sei se você já ouviu dizer que fulano "morreu de repente"? Antigamente usava-se muito isso, ainda hoje se ouve nas cidades pequenas, mas com menos frequencia. A pessoa devia morrer por falta de tratamento, ai alcançava o estágio final e não tinha mais o que fazer. Eu também acredito que essa doença existe há anos e só agora ela está sendo olhada, ainda como não deveria, pois acho que com tanta evolução de casos uma cura já deveria existir, até mesmo uma vacina pra previní-la. E você tem razão, a mídia está atuando mais agora que mais e mais casos estão surgindo, o que não acontecia antigamente.

Suzana Luna disse...

É verdade Soninha... Acho q o q realmente mudou foi a divulgação dos casos. Infelizmente.

A temer

Nascemos e fomos adestrados para sentir medo. Medo do desconhecido por todos medo do que já foi vivido por tolos medo do que virá a...