31 de agosto de 2011

13ª sessão

Oi pessoas.
Ontem além de tomar quimio na veia, tomei "chá de cadeira" no corpo. Meu Deus! Cheguei lá às 9h e fui embora  já eram quase 14h!!! Nossa, que canseira. Aquele lugar está cada dia mais cheio, com mais pacientes. Mas tudo bem, pelo menos moro em BH mesmo e não preciso viajar para chegar em casa.


Conheci a garotinha Letícia e sua mãe. Ela deve ter uns 4 anos de idade e nasceu com um tumor no globo ocular direito. Extraiu o olho inteiro e hoje vive com uma prótese, que tem que ser trocada a medida que Letícia cresce. Felizmente ela não precisará passar pelas desgastantes sessões de quimioterapia. A menina vive super bem, apesar desse "obstáculo". Elas são se Lagoa da Prata e a prefeitura disponibiliza uma van que leva e traz pacientes do Hospital Luxemburgo e da Santa Casa.


Ontem também encontrei com Marksuel, que fez sua penúltima sessão. Se estiver tudo certo com seu sangue, no próximo dia 08 ele fará a última. Sua mãe e sua avó estão loucas para voltarem à Mantena. Rever os outros dois filhos e retomar a vida, que mudou desde outubro do ano passado. Para quem não sabe, quem se submete às sessões de quimioterapia tem que fazer um hemograma antes de cada sessão, para monitoramento dos leucócitos e das plaquetas. Como o hemograma dele está sempre oscilando nos níveis, TALVEZ ele não consiga fazer sua última quimio na próxima semana. Vamos torcer por ele!


Bom, é isso, estou quase na metade dessa rotina cansativa e desgastante, tanto para o organismo quanto para a mente.

Nenhum comentário:

A temer

Nascemos e fomos adestrados para sentir medo. Medo do desconhecido por todos medo do que já foi vivido por tolos medo do que virá a...