28 de abril de 2010

Noite do Griot - ELISA LUCINDA (impressões)











Francamente!
Elisa Lucinda é assustadoramente interessante. Que figura...
Já entrou em cena cantando à capela "Palavras ao vento", música gravada por Cássia Eller e que tem tuuudo a ver com o evento - GRIOT.
Contou histórias de vida. De preconceitos. De mesquinharia. E de alegrias também.
Declamou lindamente poemas - dela e de outros.
Com suas litorâneas pernas de fora, ela tirou isqueiro, cigarro e dinheiro do cabelo - sim, do cabelo, pra mostrar que de ruim seu cabelo não tem nada, rss.
Alguém a perguntou sobre a sensualidade em seus poemas e eu a pedi que declamasse "Notícias do Feminino", de seu mais recente livro A Fúria Da Beleza. Ela não só me escutou como respondeu: "ele está na lista, já já...".

Espontânea, sedutora e inteligente.
Olhos verdes encaixados numa pele mulata, que carrega uma poesia que encanta, choca e faz pensar.

E mesmo de vestido curto, terminou a Noite do Griot de ontem beijando o chão do Teatro Alterosa.

Autografou meu livro agradecendo pela minha INTIMIDADE com sua obra.
Ai, ai...

26 de abril de 2010

Anabê Villela

Tatoo

Minhas palavras se foram, viraram as costas e bateram a porta
...Meu sono também e minha cabeça ainda dói

Quem sabe perde o foco, o fato, o tato
Perdi a rima, o clima e a trama
Mas a inquietação ainda vive,sobrevive e ri de mim

Tudo bem! Não sou a única e até me divirto
Tudo me traz prazer.


23/04/2010

19 de abril de 2010

CHICO XAVIER



Alguns dados técnicos:

Produção e direção: DANIEL FILHO
Roteiro: Marcos Bernstein, AC – baseado na obra “As Vidas de Chico Xavier”, do jornalista Marcel Souto Maior.
Música: Egberto Gismonti
Duração das filmagens: 56 dias



Domingo fui assistir ao tão comentado filme do Daniel Filho, Chico Xavier. Confesso que fiquei um tanto quanto decepcionada. Achei o roteiro, a forma como foi contada a história bem simplista. "Pá-pum" sabe como?!
Um filme de pouca sensibilidade, tendo, na minha opinião, apenas dois momentos cruciais de emoção: quando o protagonista ainda criança sofre maus tratos da personagem Rita, interpretada por Giulia Gam e quando a Glória, interpretada por Christiane Torloni recebe uma carta psicografada do filho. Fora isso, o filme é completamente apático.
As doses de humor que foram colocadas quando Chico Xavier contracena com seu "guia espiritual" Emmanuel são totalmente desnecessárias. Sobram.
Ao mesmo tempo em que falta uma boa trilha sonora, à altura.
Tive a impressão de que o filme foi 100% construído em cima da entrevista concedida ao programa Pinga Fogo. E ponto. Nada além (sem trocadilhos!). Apesar do roteiro do Sr.Marcos Bernstein ter sido baseado na obra "As Vidas De Chico Xavier".
Quando acabou fiquei ali sentada, olhando pra tela e sem acreditar... É só isso??? Chico Xavier foi "só isso"???

Já assisti a outros filmes que contam histórias das vidas de pessoas públicas que não deixaram tanto a desejar assim. Exemplo: Dois Filhos De Francisco.


Talvez tenha faltado um pouco mais de delicadeza ao transferir para o vídeo um pouco da vida e da obra do unânime Franciso Cândido de Paula Xavier.


E só para constar: não, eu não li os livros.

9 de abril de 2010

Coisinha chata...


Adoro baixas temperaturas, acho lindo roupas de lã, cachecóis coloridos e botas dos mais variados modelos.
Mas o meu nariz não curte nada disso. Ele protesta, fica rebelde, cria caso, incomoda, fica todo aparecido. Muito chato isso.
Hoje mesmo estou completamente imersa na rinite alérgica, em plena sexta-feira, pode?!
Só pra vocês compartilharem um pouco comigo do martírio que é:
Rinite é uma inflamação das mucosas do nariz e uma em cada sete pessoas apresenta rinite alérgica, tanto adulto quanto criança.
Sintomas:
- nariz escorre e fica obstruído;
- irritação e coceira no nariz, nos olhos e no céu da boca;
- olfato fica prejudicado;
- dores de cabeça juntamente com outros sintomas destes já mencionados.

Mesmo assim, adoro um friozinho!
Ops, deixa eu falar baixo pro nariz não escutar...

Abraço temperado!



Já pensou que simples saleiros/pimenteiros pudessem ser tão charmosos?!

Deixa qualquer mesa amigável!

Fonte: http://migre.me/v4Ml

8 de abril de 2010

6 de abril de 2010

Sobre a CORRERIA que toma nosso cotidiano pra si...


Correria, preocupações, desejos, sonhos etc...
Coisas do mundo capitalista... que mata ou escraviza a gente... e muitas vezes nos tranca num individualismo egoístico na marra.

Quando acordamos ou libertamos deste foco... olhamos pro lado... ao analisar... vemos que muitas coisas estão diferentes... algumas coisas serão pra sempre... outras passarão como as folhas de outono... dando lugar as coisas novas.

Edu Lacerda

Diário

fico parada observando o nada, a torneira que pinga achando estranho uma pessoa que tropeça e não xinga mas na verdade eu morro é de dó ...