20 de janeiro de 2010

ELIS REGINA (amém!):

"Eu quero uma casa no campo, onde eu possa compor muitos rocks rurais e tenha somente a certeza dos amigos do peito e nada mais, eu quero uma casa no campo, onde eu possa ficar no tamanho da paz..."

Nenhum comentário:

Diário

fico parada observando o nada, a torneira que pinga achando estranho uma pessoa que tropeça e não xinga mas na verdade eu morro é de dó ...