5 de janeiro de 2010

ESCONDERIJO - Ana Cañas

"Procuro a Solidão
Como o ar procura o chão
Como a chuva só desmancha
pensamento sem razão

Procuro esconderijo
encontro um novo abrigo
como a arte do seu jeito
e tudo faz sentido

calma pra contar nos dedos
beijo pra ficar aqui
teto para desabar
você para construir"

Nenhum comentário:

A moça do bonde

A moça é daqui, de lá, de longe ela acorda cedo todo dia, pega o bonde ela não quer virar estatística de ONG. A moça é daqui, de l...