11 de novembro de 2009

LIVRO DE CABECEIRA





Leia-me.
Minhas entrelinhas
meu sumário
minha sinopse.
Num capítulo
numa página
num fascículo
ou apenas o título,
mas leia-me.
Por mais que meu texto não lhe pareça importante
não lhe pareça bastante,
leia-me.
Cada obra tem seu valor
e para cada uma há um leitor
umas vezes interessado
outras desanimado.
Mas o certo é que cada uma encontra seu admirador.
Leia-me.

.

Nenhum comentário:

Diário

fico parada observando o nada, a torneira que pinga achando estranho uma pessoa que tropeça e não xinga mas na verdade eu morro é de dó ...